fbpx

Mês: novembro 2021

1 de novembro de 2021

Festival Culturando de Literatura é sucesso!

Realizado no dia 23/10, sábado, na Vila das Artes criada especialmente para o encontro no ACAP (Acampamento Água de Pedra – Jumirim / SP), o Festival Culturando de Literatura recebeu cerca de 500 pessoas para as inúmeras atividades criadas especialmente para a ocasião.

Quem visitou a Vila das Artes pôde apreciar oficinas e mesas de debate com a presença de autores e autoras consagrados da região, tais como Samanta Holtz, Larissa Molina, Natalia Moreno, Ivan Marcon, Simone Mota Almeida, André Kaires e Lays Milanello, junto a grandes nomes do mercado editorial como Geruza Zelnys, Reynaldo Damazio, Eduardo Guimarães e Tainã Bispo que também foram jurados do Concurso Nacional de Poemas.

Além da programação literária, várias atrações de outras linguagens coloriram a Vila das Artes: caricaturista, dançarinos, pintores, grafite, clowns, ilusionista e músicos de diversos gêneros, como Márcio Maresia (monobanda), Gustavo Vieira (#SambaDoGusta) e Luiz Bom (guitarra / blues).

Com a presença de autoridades locais, entre elas o Prefeito de Jumirim, Daniel Vieira, e o Secretário Municipal de Cultura, Daniel Moura, bem como autoridades da região, a premiação do Concurso Nacional de Poemas recebeu autores e autoras de sete estados brasileiros. As inscrições ultrapassaram 550 candidatos e todos os estados foram representados no certame, bem como o Distrito Federal. O júri composto por 4 profissionais do mercado editorial e literário (Geruza Zelnys, Reynaldo Damazio, Eduardo Guimarães e Tainã Bispo) selecionou os 10 ganhadores anunciados no palco do Festival. Os premiados foram os seguintes:

CONCURSO NACIONAL DE POEMAS

COLOCAÇÃO PSEUDÔNIMO NOME DA OBRA CIDADE UF
1º LUGAR QUINTANILHA ALBUQUERQUE ATÉ QUE A MORTE NOS SEPARE FERRAZ DE VASCONCELOS SP
2º LUGAR LAIS LAURA NÃO É TEMPO DE POESIA VARGEM GRANDE PAULISTA SP
3º LUGAR ANA LÚCIA SILVA CARTOGRAFIA DA MEMÓRIA SÃO BERNARDO DO CAMPO SP
4º LUGAR ETTEL EM MIM RIO DE JANEIRO RJ
5º LUGAR NATALIA MORENO PASSA PORTO FELIZ SP
6º LUGAR QUIATERO 357 O CORPO PRETO QUE PULSA BETIM MG
7º LUGAR FILHA DO VENTO GRAÇA CRICIÚMA SC
8º LUGAR ÁLVARO PRADO O CORPO BRASÍLIA DF
9º LUGAR LARISSA DE S. MENDES AFETO EM PRETO E BRANCO JOÃO PESSOA PB
10º LUGAR ROSA PARECIA TÃO MAIS FÁCIL PORTO ALEGRE RS

 

 PRÊMIO MANOEL NOVAES

LUGAR PSEUDÔNIMO NOME DA OBRA CIDADE UF
1º LUGAR NATALIA MORENO PASSA PORTO FELIZ SP
2º LUGAR PÚRPURA MEMENTO CERQUILHO SP
3º LUGAR ARNALDO VEREDAS MORREU UM HOMEM À RUA RIBEIRÃO PRETO (CERQUILHO) SP
4º LUGAR TIAGO HAVIA TIETÊ SP

Um dos momentos mais significativos do Festival foi o Concurso de Interpretação realizado ao vivo na Vila das Artes. O Festival recebeu 70 inscrições de atores das mais diversas origens, e apenas 10 foram selecionados para interpretar os poemas vencedores. O júri do Concurso de interpretação foi composto por Cleber Papa (diretor cênico, cenógrafo e dramaturgo), Carlos ABC (diretor cênico) e Luis Bongiovanni (bailarino e coreógrafo). Após as apresentações, o júri reuniu-se e apontou os seguintes vencedores:

 

COLOCAÇÃO NOME ARTÍSTICO CIDADE UF
1º LUGAR DORIAN CERQUILHO SP
2º LUGAR THAÍS CABRAL SÃO PAULO SP
3º LUGAR MATHEUS FERREIRA ITUPEVA SP
4º LUGAR TAMIRES CARVALHO TATUÍ SP
5º LUGAR WALLE PINHEIRO RIO DE JANEIRO RJ
6º LUGAR LUCAS SABATINI SÃO PAULO SP
7º LUGAR TALES JALORETTO SÃO PAULO SP
8º LUGAR CAROL UENO SÃO PAULO SP
9º LUGAR ANA LAURA PIRES TATUÍ SP
10º LUGAR VALÉRIA SANTOS JUMIRIM SP

Segundo Cleber Papa, “foi surpreendente o desempenho dos concorrentes, garantindo um resultado exemplar para a iniciativa. Todos estão de parabéns, principalmente a cidade de Jumirim por ter sediado um encontro desta qualidade”.

Esta edição do Festival Culturando de Literatura contou com recursos da Lei Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020), uma realização do Ministério do Turismo, da Secretaria Especial da Cultura e do Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Projeto Culturando e Prefeitura de Jumirim, com apoio Cultural da Poiesis – Gestão Cultural (Oficinas Culturais), Escrita Aberta – Livros e Literatura, ACAP (Acampamento Água de Pedra), Madeireira Baggio, Cevi, Confisa Sistemas, Evolução Eco, La Vie Belle Flores, Celsil Automotive e Refrix (refrigerantes Xereta).

Segundo Pablo Civitella, diretor do Festival, “sem os apoios que tivemos, seria impossível a viabilização do Festival. Temos, no entanto, que agradecer as muitas pessoas que trabalharam para viabilizar este encontro, aos 75 artistas que fizeram o “Vila das Artes” acontecer e, desde já, nos unirmos ao compromisso de realizar as próximas edições e de buscar novos caminhos para fortalecermos a cultura da região, nossos artistas e, também, ampliarmos as relações com o restante do país”.

Scroll to top